Profectus Instituto

Menus de configuração no Painel de Administração

A Formação da Realidade Individual

A verdade é que não percebemos o mundo como ele é, e sim como nós somos.

Vamos iniciar com um principio elementar: antes de começar a agir sobre uma realidade precisamos compreendê-la da maneira mais ampla possível.

O ser humano é o único animal que representa objetos e situações reais por símbolos abstratos.

Alias é assim que nos buscamos a compreensão sobre as coisas.

O homem precisa de um modelo, um bando de dados para compreender qualquer coisa. Ele fica na quase totalidade das vezes tal envolvido com seu modelo que chega a confundi-lo com a realidade.

Nossos modelos formais são estruturas organizadas, elaboradas por regras e significados – como cartas de navegação, pautas musicais, idiomas, sistema métrico.

Na ausência de um modelo formal que explique o fenômeno que experimentamos criamos imediatamente um novo modelo. Os modelos que criamos inconscientemente para dar sentido as nossas percepções são elaborados de forma inteiramente individual, sem controle, sofrendo todo o tipo de influencia e distorções cognitivas (vamos ver isso mais à frente).

Nossos modelos mentais

Nossos modelos mentais passam pelo seguinte processo de criação:

1 – Percepção Primária – nossos aparelhos sensórias captam a realidade e enviam seus sinais ao cérebro, esses sinais são convertidos então em unidades neurais, essas informações se alojam em áreas diferentes do cérebro, conforme o canal que as captou(visual, auditivo, cinestésico);

2 – Interpretação – os sinais percebidos são comparados com um banco de percepções na memória para que nós saibamos o que foi percebido;

Na ausência de uma referência interna, inconscientemente esbarramos com um dilema: ou abandonamos o sinal percebido ou promovemos uma modificação ou no sinal percebido ou na referência de memória de modo a torná-los iguais – se aquele objeto tem alguma característica que me lembra uma cadeira então deve ser uma cadeira.

3 – Compreensão – a partir daí, ocorre um processo de integração, que busca a combinação organizada das diversas informações de modo a formar um único quadro que faça sentido para o observador, o que estaria fazendo uma cadeira nesse lugar?!… Esse processo funciona como um filtro, do qual sairá o modelo que nos construímos da realidade captada ou da experiência vivida.

O que fica então registrado no cérebro é a representação que durante todo esse fluxo sofreu interferências.

O modelo de mundo de uma pessoa se compõe de suas percepções presentes e também da totalidade de suas representações relativas a passado e futuro: sentimentos, pensamentos, recordações, sonhos, etc.(o que eu costumo chamar de passado-histórico-psicológico). Esse modelo de mundo é coerente com a história de vida do individuo.

A essa representação chamamos de realidade psíquica, que é diferente da realidade física.

As palavras usadas pelas pessoas para se referir a determinadas experiências podem ser reveladoras dos processos mentais pelos quais elas estão percebendo e codificando o mundo.

Um dos pontos centrais a se questionar é o papel que as instituições exercem através de sobredeterminantes confirmadores das relações de poder, que é muito mais como uma função de antagonista do que de um estimulador do individuo na sua percepção consciente do mundo e construção do sujeito como autor do seu discurso.

A proposta do Instituto Profectus é que a realidade psíquica até então percebida não seja o espaço de morte dos desejos e sonhos do sujeito, e sim um campo de possibilidades que o estimule ao exercício da liberdade existencial, o que nós podemos realizar através da compreensão de nossos esquemas e crenças, modificação de crenças disfuncionais e uso adequado de técnicas e linguagem inconsciente.

Mergulhe em uma grande viagem em busca do que realmente você é e o que quer. Você pode, através de instrumentos simples e profundos, atingir insights significativos nas suas relações pessoais, sociais e organizacional, fazendo com que seu potencial se manifeste integralmente, deixando sua marca no mundo.

Inspire e Transforme!

2 respostas para "A Formação da Realidade Individual"

  1. Andreisa das Graças Ferreira15 de agosto de 2016 at 11:47Responder

    Boa tarde! Eu sinto que o trabalho que vocês oferecem é de revolucionar a vida de qualquer ser humano. Eu sinto tanta vontade de uma transformação na minha vida,mas não sei por onde começar.

  2. Olá. Muito interessante o post. Parabéns pela página, sempre acompanho.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *